Thaís Campolina Martins nasceu em Divinópolis – MG em 1989, mas vive na capital mineira desde 2014. Bacharel em Direito, pós-graduanda em Escrita e Criação, medeia, organiza e faz curadoria do Leia Mulheres Divinópolis e é a criadora e faz-tudo do clube de leitura online Cidade Solitária.


DE COR 

escrevi esse poema de memória
porque eu ainda estava dormindo quando ele surgiu
anotei cada palavra no reino dos sonhos
como cecilia pavón me ensinou
tomei cuidado para mantê-lo curto
o acordar é abrupto
e sempre há risco de esquecera poesia é sonolenta e tem bafo matinal 


PEQUENA EVA 

um piolho de cobra entra pela porta da sala
chega chegando
com suas mais de 400 patas
percorrendo o piso recém-limpo
hipnotizado pela chance de encontrar
um canto úmido
um inseto morto
ou uma planta para parasitar 

um piolho de cobra entra pela porta da sala
e morre pisado por uma humana com nojo

outro piolho de cobra entra na casa pela garagem
guiado pelo cheiro de terra do quintal dos fundos
morre também
pelas patas de uma gata chamada Eva
que não perdoa ninguém 


COMO PRODUZIR SUA PRÓPRIA CRIATURA 

providencie papel machê e imaginação
faça aulas de biscuit cerâmica bordado bruxaria
e se der tempo aprenda a lidar com lã, poções e amigurumis
consulte mary shelley
pense na ovelha dolly
não cometa os mesmos erros que albieri
veja filmes de ficção científica
leia histórias de horror
e algumas de amor também
modele essa massa amorfa
até que ela faça sentido
e após terminar
proteja sua criação 


Comentários
* O e-mail não será publicado no site.